Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Ralis

Martynas Samsonas vence e convence em Vieira do Minho

2kvisualizações

Acompanhado pelo seu compatriota Ervinas Snitkas, o lituano rodou sempre “à parte” na discussão da vitória entre todos quantos fizeram parte do pelotão do Campeonato Norte de Ralis, “voando” baixinho a caminho de um triunfo incontestável.

Os números da vitória da dupla que representa as cores da Samsonas Motorsport falam por si: seis especiais, seis vitórias e um avanço sobre a concorrência mais direta que, no final se cifrou em 1.01,2 sobre quem mais perto conseguiu rodar dos lituanos. A dupla inscreveu assim o sue nome na lista de vencedores da prova organizada pelo Motor Clube de Guimarães que, por sua vez, assinou uma organização de grande nível.

O calor da contenda esteve um pouco mais abaixo. O 2º lugar no rali que, no caso, correspondeu ainda à luta pela posição de “melhor português”, foi alvo de um duelo aceso, sem tréguas e de fio a pavio, entre dois campeões nacionais: Adruzilo Lopes, navegado por Paulo Leones e Fernando Peres, acompanhado por José Pedro Silva. Com armas iguais (Mitsubishi Lancer EVO IX) e pneus iguais da Kumho, assinaram uma batalha épica.

A primeira passagem pelos dois troços da prova, Senhora da Fé/Serradela (10,86 kms) e Serradela/Anjos (10,39 kms) assistiu à supremacia de Adruzilo Lopes que terminou esta passagem inicial pelos dois troços com 11,7, com Peres a queixar-se do handicap resultante do seu nº1, que o fazia abrir a estrada. Aliás, a segunda passagem por Senhora da Fé/Serradela viu o piloto da Peres Competições ao ataque, ganhando 8,6 segundos a Adruzilo que ripostou na 4ª PEC, onde se superiorizou por apenas 0,7 segundos.

As duas duplas entraram para a derradeira dupla passagem, separadas por apenas 3,8 segundos. Peres voltou a atacar em Senhora da Fé/Anjos, ganhando 5,4 segundos a Adruzilo e chegando finalmente ao 2º posto. Foram para os derradeiros 10 quilómetros separadas por apenas 1,6 segundos. Hora do tudo ou nada!

E num forcing final, impróprio para cardíacos, foi Adruzilo Lopes a levar a melhor, ganhando 3,8 segundos a Peres e concluindo o rali com 2,2 segundos de vantagem, assegurando assim o 2º lugar na prova e a pontuação máxima para o Campeonato Norte de Ralis.

Quanto a Fernando Peres, juntou ao 3º lugar uma tranquila vitória no arranque do 4º Desafio Kumho Portugal, no que concerne às contas da Divisão 1 da competição organizada pela ASR Tyres. Nesta Divisão, o segundo posto entre os Kumho foi assegurado pela dupla Gaspar Pinto/Bernardo Gusmão (Mitsubishi Lancer EVO VIII), autores de uma prova muito sólida, isenta de erros e comum andamento forte que os guindou ao 4º posto da geral do rali.

Top 5 e vitória nas duas rodas motrizes para a jovem dupla formada por Hugo Lopes e Tiago Neves. Assinando um andamento sempre forte, colocaram cedo o seu Ford Fiesta na liderança dos 2R2L, não mais a largando até final. O 2º lugar foi garantido por Filipe Teixeira e Bruno Coelho, tripulando um Citroen C2, cabendo a esta dupla reclamar a vitória na Divião 2 entre os Kumho.

Deixe uma resposta