Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Montanha

Eva Laranjeira alcança “na raça” o seu segundo triunfo consecutivo

832visualizações

A piloto de Setúbal esteve sublime na Rampa Serra da Estrela Covilhã ao garantir a sua segunda vitória na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha 1300.

Eva Laranjeira chegou à prova do CAMI determinada a repetir o êxito conseguido em Boticas e,, aos comandos de um Peugeot 205 Rally com o qual tem agora mais confiança, impôs-se de novo entre os seus pares. Mostrou ao que ia no primeiro dia de prova, dominando por completo a única subida oficial realizada e dando logo o mote para o que seria toda a sua exibição, ao longo do fim-de-semana.

No segundo dia e apesar de um problema mecânico que a fez abandonar na sua segunda subida de prova, colocando-a perante a pressão de ter de fazer um tempo para se classificar no final da prova, Eva Laranjeira não tremeu e deu tudo na terceira e decisiva subida oficial, voltando a bater claramente a concorrência, nomeadamente face ao adversário que mais ‘trabalho’ lhe deu.

A vitória, mais difícil que a conseguida na prova anterior, também foi mais saborosa para a piloto da MNE Sport: “Foi ‘serrar os dentes’. Os problemas acrescentaram muita pressão, porque estava mais tranquila na subida anterior. E o percalço que tive fez com que a derradeira subida tivesse de ser ‘a doer’. E foi muito gratificante, quando cheguei ao cimo da rampa e vi os tempos e verifiquei que tinha atingido o meu objetivo”.

Depois deste segundo êxito, Eva Laranjeira já não consegue ‘esconder’ que é claramente candidata ao título na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha 1300: “Já era um objetivo inicial, embora fosse algo que podia ou não conseguir. Obviamente que com este resultado a liderança fica muito mais reforçada e agora vamos dar tudo para segurar esta liderança e alcançar a vitória na Taça!”. A piloto sadina vai assim para a Rampa da Penha Paisagem Protegida com a moral ‘em cima’, esperando por isso repetir o feito na quarta prova da temporada, que se disputa na famosa subida de Guimarães, a 12 e 13 de junho.

Deixe uma resposta