Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

+ Motores

Jorge Machado aponta a novo pódio em Montalegre

586visualizações

O piloto de Lousada pretende repetir a excelente exibição realizada na prova de abertura do Campeonato de Portugal de Ralycross by Diatosta, confiando no potencial do seu Citroën C2 S1600 na competitiva divisão ‘rainha’ da disciplina.

Depois da exibição de luxo rubricada na prova de abertura da época em Lousada, onde, depois de vários acertos no seu carro, Jorge Machado conseguiu ‘trepar’ algumas posições na classificação, logrou dois quartos lugares, uma vaga na semi-final e depois um segundo lugar na final, onde uma grande atuação lhe permitiu subir ao pódio. As ambições do lousadense para jornada deste fim de semana em Montalegre são legitimamente grandes.

Na Divisão S1600, que é mais competitiva da disciplina e sobre a qual estão direcionados mais holofotes no PTRX, a prioridade é repetir se não melhorar o desempenho da prova anterior, pensando sempre em ser consistentemente rápido e evitando quaisquer percalços.

“Tal como se viu em Lousada é importante ser consistente, manter o foco naquilo que é essencial; passar sempre à fase seguinte para na fase decisiva estar em posição de discutir o pódio e a vitória, como sucedeu no arranque da temporada”, começa por afirmar Jorge Machado sobre a sua deslocação à ‘catedral’ transmontana do ralycross.

Para o piloto do Citroën C2 S1600 a “entrega terá de ser total, pois o nível competitivo está muito alto”. Também quer “continuar a dar continuidade ao trabalho realizado desde a época passada”, mostrando “confiança na equipa e no Citroën C2 para estar à altura do desafio, fazendo como até aqui, pensando no campeonato, mas atacando prova a prova”, ciente de que tem de “estar no sítio certo para pontuar forte” e colocar-se “na luta pelos lugares de topo em cada evento, sendo que Montalegre não é exceção”.

Jorge Machado mostra-se assim confiante na ‘dose certa’, até porque sabe que na prova do próximo fim de semana os seus adversários não lhe vão facilitar a tarefa. Antes pelo contrário. Estão bem-avisados do seu potencial e terão tendência para adotarem uma condução ainda mais agressiva, ainda que dentro das ‘regras’.

“A concorrência está muito forte. Mesmo assim vamos à luta e acredito que iremos ombrear pelos lugares cimeiros. Vamos conscientes de que irá ser mais uma jornada dura e difícil. Mas têm de contar connosco”, remata o lousadense que espera celebrar outro grande resultado nesta segunda prova do PTRX 2021.

Deixe uma resposta