Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Ralis

Paulo Anselmo “desistir foi inglório, pois merecíamos a vitória!”

1.2kvisualizações

Foi muito amargo o desfecho sofrido pelo piloto do BMW 316i Compact. Quando liderava de forma imperial e percorria a última especial do Rally Vila do Bispo 2022, a transmissão do carro bávaro cedeu, logo após os primeiros quilómetros do troço. Forçando a desistência, numa altura em que a vitória no rali, no que concerne às lides do Campeonato Start Sul de Ralis e no Desafio Kumho Portugal, estava perfeitamente assegurada, tal a vantagem que dispunha.

Este regresso aos pisos de terra do Campeonato Start Sul de Ralis prometia muito quanto à exibição da dupla Paulo Anselmo/André Silva, pois é bem conhecida a paixão do piloto olhanense por este tipo de piso, bem como a sua predileção pela prova em Vila do Bispo.

E, cedo se percebeu que a equipa do BMW 316i Compact estava no litoral atlântico algarvio para discutir o triunfo. Fizeram um rali sempre a aumentar a sua intensidade, aproximando-se paulatinamente da frente, chegando à liderança na 4ª PEC, atacando logo de seguida, vencendo a penúltima especial e entrando no último troço com 24 segundos de avanço sobre a dupla que mais perto rodava.

Só que, ainda nos primeiros quilómetros da classificativa, a transmissão do carro bávaro entregou “a alma ao criador”, sendo inevitável a desistência.

Por isso, não espanta que, no final, o piloto de Olhão se sentisse “mesmo frustrado e desiludido. Quando entras para a última classificativa do rali em primeiro a geral e optas por um andamento contido, fazendo tudo para assegurar uma vitoria construída com mérito próprio e, de repente, em plena reta, ao trocar de mudança, ouves um barulho tão forte que parece que o carro se vai partir a meio, forçando-te a parar, para depois verificares que a transmissão tinha cedido, é mesmo inglório. Merecíamos esta vitória!”.

Esta a ser um ano “muito difícil. A equipa tem feito um esforço enorme para que o BMW esteja sempre perfeito e, mesmo assim, temos sofrido algumas desistências por cedências mecânicas algo incompreensíveis. Obviamente, que isto provoca mossas na nossa moral, mas não vamos deitar a toalha ao chão. Os ralis são mesmo assim e, na próxima prova, como sempre, vamos dar o nosso máximo!”.

Paulo Anselmo não quis deixar de agradecer “a todos que nos apoiam e nos seguem. tentamos sempre dar o máximo de espetáculo como bem merecem”.

Deixe uma resposta