Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

+ Motores

Estreia da nova Ranger Raptor na Baja 1000

276visualizações

Quando, no próximo dia 18 de novembro, a nova Ford Ranger Raptor alinhar à partida da lendária “SCORE –
International Baja 1000”, tal irá marcar o regresso de um dos modelos mais vencedores desta competição.

Só o chegar à linha de partida revelou-se um grande exemplo dos esforços globais da Ford Performance, processo em que se reuniram equipas de competição e engenheiros da Ford da Austrália e dos EUA para dar vida ao programa.

A Ford Ranger foi a dominadora desta Baja ao longo dos anos ‘80 e ’90 do século passado, nomeadamente pelas mãos de Manny Esquerra, conhecido como “King of the Desert”, ele que garantiu, em diferentes classes, um total de seis troféus “Baja 1000” entre 1981 e 1990. Depois, em 1991, a Ford estruturava a equipa de fábrica Ford/BF Goodrich Rough Riders, vencendo a edição do ano seguinte através dos irmãos Paul e David Simon.

As referências aos sucessos deste recheado passado são, agora, expressos na decoração desta nova Ranger Raptor, naturalmente sem esquecer uma dedicatória ao entretanto falecido Esquerra, bem como ao facto de esta pick-up ter sido enviada da Austrália para competir na presente edição da Baja 1000, no México.

A nova Ranger Raptor foi desenhada e projetada por uma equipa global de especialistas. Como esta prova é considerada como uma “casa espiritual” da Ford Performance – até mesmo por ir buscar essa denominação para batizar um dos modos de condução da nova Ranger – torna-se no local perfeito para a estreia global da nova Ranger Raptor de competição.

Hoje denominada “SCORE International Baja 1000”, a prova tem-se mostrado um exigente campo de testes para as diferentes versões da Ranger Raptor, como a F-150 Raptor “Stock” que, em 2017, venceu a sua classe, regressando depois a casa, ou até o processo de desenvolvimento e certificação, em 2019-20, da atual versão de produção do modelo Bronco, ou ainda a lendária vitória de 1969, igualmente com um modelo Bronco.

Tal como a F-150 Raptor vencedora da classe em 2017, a nova Ranger Raptor foi construída para integrar a categoria “Stock” da Baja 1000, tendo sido projetada para demonstrar a capacidade dos veículos do tipo “stock street”. Isto significa que o seu V6 biturbo de 3.0L, transmissão automática de 10 velocidades, sistema de direção e suspensão são todos de homologação “Stock”.

Foi na Austrália que a Ford Performance trabalhou com a Kelly Racing na preparação da nova Ranger Raptor para a Baja 1000. Seguindo as regras da classe “Stock Mid-size” da SCORE, as modificações centraram-se nos elementos de segurança no veículo e da tripulação, nas jantes e pneus, iluminação de condução e segurança, nas proteções inferiores e do veículo e na instalação de célula de combustível de 160 litros na caixa de carga.

Deixe uma resposta