Ralis

Saída de estrada força desistência precoce de Henrique Rodrigues em Viana do Castelo

1.3kvisualizações

Um pequeno exagero já na parte especial da terceira classificativa, levou Henrique Rodrigues e Daniel Rodrigues a saírem de estrada. Os danos provocados no Mitsubishi Lancer EVO VII forçaram o abandono no 10º Rali De Viana do Castelo – Cidade Europeia do Desporto 2023. Mas, apesar do infortúnio, a dupla garantiu uma presença no Top 10 final do Campeonato Promo de Ralis 2022.

Até ao momento do erro, Henrique Rodrigues estava a realizar um arranque de rali dentro do que era a sua estratégia para a prova organizada pelo CAST-Clube Automóvel de Santo Tirso.

8º e 9º entre os Promo na tabela de tempos das passagens iniciais pelas classificativas de Mujães-Geraz do Lima (10,7 km) e S. Salvador da Tore-Amonde (10,4 km), o piloto duriense navegado por Daniel Rodrigues ocupava o 8º posto da geral na competição reservada ao Campeonato Promo de Ralis e liderava na Divisão 1 do 5º Desafio Kumho Portugal, após essa ronda inaugural do rali.

Mas, quase no final da segunda passagem por Mujães-Geraz do Lima, a dupla saiu de estrada numa zona muito suja e lamacenta, explicando o piloto que “vínhamos a andar muito bem e, a exemplo do que aconteceu com outras equipas, chegamos a uma zona que estava muito mais suja e lamacenta e cometemos um excesso, não conseguindo evitar a saída de estrada”.

Henrique Rodrigues não esconde “alguma frustração por este erro logo na parte inicial do rali. Estávamos a andar bem, no ritmo que queríamos, sendo claro que uma posição dentro do Top 10 do Promo e o triunfo no Kumho 1 estavam perfeitamente ao nosso alcance. Não era desta forma que queríamos terminar a época, mas os ralis são mesmo assim!”.

Felizmente, a desistência me Viana não prejudicou a presença no Top 10 final do campeonato, posição relevante e que premeia todo o esforço e foco que a dupla colocou ao longo da época.

Henrique Rodrigues releva a importância de “felizmente, termos garantido o Top 10. É um prémio para toda a dedicação da equipa e para o esforço que os nossos patrocinadores fazem para nos apoiar. Gostávamos de ter conseguido uma época ainda mais positiva, mas, no computo geral, acabou por ser satisfatória, dando-nos motivação para faze ainda melhor em 2023”.

Deixe uma resposta