Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

RalisVideos

Pedro Melo rei e senhor em Resende

1.8kvisualizações

A “jogar em casa”, Pedro Melo, navegado por navegado por Nicolau Rabaça, voltou a dominar a seu belo prazer a 3ª edição do Rally Resende Douro Verde, prova inaugural dos Campeonatos Promo centro e Start Centro de Ralis. Só não fez o pleno de triunfos nas especiais porque levantou o pé na última, sem colocar em causa a segunda vitória consecutiva no evento.

Sem chuva, mas com muito frio, típico da época e das terras durienses, o Rally Resende Douro Verde arrancou na noite de sábado, com uma dupla passagem pelos 2,75 km da Resende Street Stage.

E logo nesses 5,5 quilómetros contra o cronómetro se percebeu que seria difícil alguma equipa disputar taco-ataco o triunfo na prova com Pedro Melo e Nicolau Rabaça.

A dupla de Resende apresentou-se à partida munida dos argumentos musculados do BMW M3 com que tinham já vencido a prova em 2022 e venceram essas duas passagens pelo traçado urbano noturno, indo descansar no fecho da seção inicial já com 18,4 segundos de vantagem sobre os adversários mais diretos, Artur Quintal e Vítor Henriques, dupla madeirense que conduziu pela primeira vez um Rally2 em competição, sendo também a estreia do piloto em provas continentais. Iniciaram a prova com toda a cautela, até porque apenas tinham rodado vinte quilómetros em testes com Citroen C3 Rally2 da Sports & You.

A fechar os três primeiros nesta fase inicial da prova, encontrámos João Araújo e Luís Araújo, aos comandos de um Mitsubishi Lancer EVO VIII preparado pela Domingos Sport. Fecharam a noite inaugural a 22,6 segundos dos líderes.

Este pódio provisório absoluto não sofreu mais alterações até ao fecho do rali.

A chuva juntou-se ao frio durante grande parte da jornada final de domingo, tornando ainda mais difíceis as já exigentes, sinuosas e armadilhadas estradas de asfalto de Resende, sem que tal fosse obstáculo de maior para Pedro Melo e Nicolau Rabaça que continuaram a devorar triunfos troços cronometrados, vencendo mais seis consecutivos, vindo apenas a perder o último, numa altura em que já rodavam claramente em “velocidade cruzeiro” a caminho do pódio final em frente aos Paços do Concelho do Município de Resende, onde arribaram com 1:18,9 de vantagem sobre a dupla madeirense.

“Foi um rali difícil, sobretudo porque não fizemos as melhores escolhas de pneus durante este último dia. Estamos muito felizes por termos conseguido vencer outra vez e, quem sabe, desta feita, poderemos pensar em fazer mais provas do Start Centro durante esta época”, afirmou Pedro Melo que, obviamente, para além de vencer à geral, triunfou nas contas do Campeonato Start Centro de Ralis, competição onde a equipa que forma com Nicolau Rabaça foi acompanhada no pódio pelas duplas Viana Martins/Pedro Contente (Renault Clio III RS), segundos colocados. José Carlos Pouca Sorte/Vera Sequeira, que estrearam em Resende, terra natal do piloto especialista em montanha, uma carismática BMW 320 Touring, foram subindo paulatinamente no ritmo e na classificação, conquistando um saboroso 3º posto final no Start Centro.

Quanto à prestação de Artur Quintal e Vítor Henriques, o balanço é positivo.

O desconhecimento quase total do carro, só igualado pelo mesmo óbice quanto ao traçado da prova, onde enfrentaram verdeiros especialistas locais, torna o 2º posto da geral e a vitória entre os X5-16 um resultado muito satisfatório, destacando-se a ausência de erros de monta durante todo o rali, o ritmo em crescendo e o triunfo numa das especiais. Regressam à Ilha da Madeira com uma boa experiência e a vontade de repetir no futuro.

João Araújo e Luís Araújo também garantiram o 3º posto do pódio absoluto sem grandes pressões, juntando a esse lugar a vitória nas lides do Campeonato Promo Centro de Ralis.

Foram sempre cautelosos no ritmo que imprimiram ao Lancer EVO VIII e saíram de Resende no comando desse campeonato, começando da melhor forma o ataque ao título, objetivo que assumem como estando nos seus planos para 2023. Terminaram o Rally Resende Douro Verde a 2:33,9 dos vencedores absolutos.

No Promo Centro, Viana Martins/Pedro Contente (Renault Clio III RS) também garantiriam o 2º posto, a exemplo do que fizeram no Start Centro, enquanto Vítor Gomes e Joel Oliveira fizeram da regularidade durante todo o rali o segredo para serem terceiros.

Terminaram 14 equipas, registando-se oito abandonos, num rali onde a bitola organizativa do Targa Clube esteve sempre alta e merecedora do forte apoio do Município de Resende e do entusiasmo com que as gentes durienses daquele concelho recebem a prova. Também a ser considerada pela FPAK estará a pertinente vontade do clube e da autarquia de ter uma data diferente, enquadrada no período forte da cereja, produto de excelência e que é um dos “ex-libris” do concelho de Resende.

Deixe uma resposta