Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Ralis

José Pedro Fontes e Inês Ponte com motivação máxima para o início do campeonato

338visualizações

José Pedro Fontes e Inês Ponte querem iniciar a temporada 2023 do Campeonato de Portugal de Ralis com o pé direito, tendo como objetivo máximo discutir a vitória entre os concorrentes nacionais, desta prova que também pontua para o Campeonato da Europa da modalidade.

O Rali Serras de Fafe, Felgueiras, Boticas, Vieira do Minho e Cabeceiras de Basto, prova de abertura do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) 2023 e também pontuável para o Campeonato Europeu de Ralis (ERC) deste ano, irá contar com o Citroën Vodafone Team, estrutura que reafirma, pelo oitavo ano consecutivo, as suas pretensões no domínio máximo dos ralis nacionais.

Realizado em pisos de terra, o rali do Demoporto – Clube Desportos Motorizados do Porto vai para a estrada nos próximos dias 10 a 12 de março (desta sexta-feira a domingo), sendo um evento que José Pedro Fontes já venceu em 2016, temporada em que alcançou o seu segundo título de Campeão de Portugal de Ralis, aqui já na companhia de Inês Ponte.

Mais recentemente e após a conquista, no ano passado, do Vice-Campeonato Nacional de Ralis, os objetivos do Citroën Vodafone Team e da dupla José Pedro Fontes / Inês Ponte são de conquistar – e, assim, revalidar – o título em termos absolutos, apesar da forte concorrência que se anuncia para este ano de 2023.

Contando com o renovado apoio logístico e mecânico da estrutura da Sports&You e com uma viatura totalmente revista e atualizada, a dupla irá adotar uma estratégia de enfrentar as provas em pisos de terra com o objetivo de conseguir o maior número de pontos, para depois, no asfalto, piso onde historicamente é mais forte, estar na luta pelo título.

O Rali Serras de Fafe, Felgueiras, Boticas, Vieira do Minho e Cabeceiras de Basto é uma prova com 17 Especiais, num total de 180,29 km cronometrados, mais 176,68 quilómetros de ligações, um rali sempre complicado e onde a gestão do andamento e da mecânica será essencial para terminar entre os primeiros. Nele, José Pedro Fontes e Inês Ponte têm, como objetivo, discutir os lugares do pódio final e, assim, arrancar a época de 2023 com o pé direito.

Na antevisão da prova, José Pedro Fontes relembrou: “Já venci este rali e sei bem das dificuldades de uma prova desenhada para um Europeu. Ainda assim, é um rali de que gosto muito e no qual quero alcançar um dos lugares do pódio entre os portugueses, se possível o degrau mais alto. Isto porque a lista de inscritos comporta quase todos os candidatos ao título europeu, realidade que não é, de todo, o nosso foco principal. Queremos também adotar um ritmo sustentado que nos permita evitar percalços que nos estraguem a prova.”

“É por isso, uma prova de equilíbrios, para uma longa temporada em que a nossa estratégia será a mesma do ano passado, cumprir a fase em pisos de terra com a melhor classificação possível e, depois, atacar as provas de asfalto onde, acredito, continuaremos a fazer a diferença,” acrescentou o piloto do Porto.

Para além do envolvimento direto da Citroën e da Vodafone, como patrocinador principal, mantêm-se como parceiros deste projeto de ralis as marcas ExpressGlass, Pirelli e Quartz. Em termos de preparação, o C3 Rally2 conta com o know-how especializado dos técnicos da Sports & You.

Deixe uma resposta