Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Ralis

Rally Montelongo’2023 candidato a entrar no Europeu de Históricos

1.2kvisualizações

A edição 2023 do Rally Montelongo, pontuável nos Campeonatos de Portugal de Clássicos, Start Norte e Promo Norte, que estará na estrada nos dias 9 e 10 de setembro próximo, volta a ser candidata a integrar o calendário do Campeonato da Europa de Ralis Históricos FIA em 2024.

A prova organizada pelo Demoporto (Clube de Desportos Motorizados do Porto), que mantém a sua base e estrutura competitiva na região de Fafe, a “Meca dos ralis portugueses” e com um histórico digno de registo ao mais alto nível, terá um total de 13 provas especiais de classificação em piso de asfalto, totalizando 130,32 quilómetros ao cronómetro.

As provas Start Norte e Promo Norte decorrem no sábado, embora os seus pilotos possam continuar o rali no domingo, acompanhando os seus colegas dos Clássicos e nesse caso competem na prova extra, que admite todo o tipo de veículos, incluindo os Rally2, o que significa para os pilotos do CPR uma oportunidade de fazer testes uma semana antes da sétima prova da temporada.

“O Rali de Montelongo e a região de Fafe, pelo seu historial nos ralis, tanto no plano nacional como internacional, são merecedores, sem qualquer dúvida, de uma distinção que os projete cada vez mais aqui e além-fronteiras. Nesse sentido, a candidatura desta prova para integrar, em 2024, o calendário do Campeonato da Europa de Ralis Históricos colherá, logicamente, o apoio da FPAK junto da FIA. As organizações portuguesas têm prestigiado o país pelo seu saber e competência, gozando hoje de uma imagem muito positivo nas instâncias internacionais. Mais uma vez, é hora de unir esforços e trabalharmos em prol deste objetivo de tentar trazer para o nosso país, e para Fafe em particular, mais uma competição internacional”, palavras de Ni Amorim, presidente da Federação Portuguesa e Automobilismo e Karting (FPAK), a propósito da ambição conjunta do Demoporto e da autarquia de Fafe para esta região minhota acolher uma etapa do Europeu de Clássicos (FIA European Historic Rally Championship).

A beleza e a espetacularidade dos troços cronometrados de asfalto em Fafe foram colocados à prova na época de 2020, quando o então Rally Fafe Montelongo se estreou no calendário do FIA-ERC (Europeu de Ralis), proporcionando um duelo ao segundo entre Alexey Lukyanuk (Citroen C3 R5) e Yoann Bonato (Citroen C3 R5). Nesta edição 2023, os traçados escolhidos para as “especiais” são quase idênticos na totalidade aos de 2022, exceção feita ao troço de Monte, cujo início será agora no Passadouro, na EM 614 que liga Fafe a Lagoa.

“Temos a noção de que também nas classificativas de asfalto Fafe tem muito para oferecer em termos de qualidade, como se confirmou há três anos, com um tremendo sucesso, e rasgados elogios dos pilotos, da prova do ERC. O Europeu de Clássicos é agora um objetivo, mas não nos satisfaz, porque pretendemos ir mais longe, vamos ver… Fafe tem dado imenso aos ralis, desde há dezenas de anos que integra não só o Campeonato de Portugal [CPR] como o Rally de Portugal, além do ERC, e vamos fazer tudo para que o Montelongo honre os pergaminhos. Claro que gostava de outro enquadramento, até porque dispomos de qualidade e de condições quer ao nível do Parque de Assistência ou do Secretariado, ou seja, temos tudo também no asfalto para ter um grande rali. Neste momento, a aposta no Europeu de Clássicos é a possível, em função das circunstâncias, mas não queremos que seja o ‘parente pobre’. Eu gostava é que fosse do CPR, mas há que ter os pés bem assentes na terra, humildade e olhar para cima. De resto, espero que o traçado deste Montelongo seja do agrado dos pilotos”, afirmou Parcídio Summavielle, responsável da Câmara de Fafe pela área dos ralis.

Atualmente, o Campeonato da Europa de Ralis Históricos (Clássicos) tem um calendário de nove provas, sendo que a Espanha é o único país com duas (Costa Brava e Astúrias), numa lista em que surgem ralis tão emblemáticos como Sanremo ou Acrópole.

O Demoporto estabeleceu contactos com diversos pilotos estrangeiros habituais concorrentes de ralis históricos, designadamente do país vizinho e também britânicos, havendo a expetativa de que a lista de inscritos deste Rally Montelongo venha a contar com algumas dessas participações.

PROGRAMA

SÁBADO (9 setembro)

Partida (Casa Solar Quinta da Luz/Fafe)                                  09h30

PEC 1 – Vila Pouca 1 (9,71 km)                                               09h58

PEC 2 – Aboim/Gontim 1 (9,05 km)                                       10h39

PEC 3 – Monte 1 (12,23 km)                                                  11H10

Assistência (Praça das Comunidades)                                     12h07/12H37

PEC 4 – Vila Pouca 2                                                              13h05

PEC 5 – Aboim/Gontim 2                                                      13h46

PEC 6 – Monte 2                                                                   14h17

Assistência (Praça das Comunidades)                                     15h14/15h59

Parque Fechado (Praça Mártires do Fascismo)                   16h07

DOMINGO (10 setembro)

Partida (Praça Mártires do Fascismo)                                     09h15

PEC 7 – Montim 1 (6,88 km)                                                  09h58

PEC 8 – Várzea Cova 1 (11,06 km)                                          10h26

PEC 9 – Queimadela/Travassós 1 (10,82 km)                      11h00

Assistência (Praça das Comunidades)                                     11h50/12h20

PEC 10 – Queimadela/Travassós 2                                         12h51

PEC 11 – Montim 2                                                               13h34

PEC 12 – Várzea Cova 2                                                         14h02

PEC 13 – Queimadela/Travassós 3                                         14h37

Parque Fechado (Praça Mártires do Fascismo)                     15h10

1 comentário

Deixe uma resposta