Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

LifestyleSem categoria

Aniversário da Land Rover celebrado nas alturas

276visualizações

Na escala do tempo do ser humano, setenta e cinco anos são um número mais que respeitável e no mundo automóvel em particular a Land Rover é uma das poucas marcas que têm o privilégio de celebrar esta data tão especial. Privilegiados foram também por isso, os setenta e cinco veículos e mais de cento e cinquenta pessoas que rumaram este fim de semana até à região da Beira Interior para celebrar esta efeméride a convite do Clube Land Rover de Portugal e do Clube Escape Livre.

Amigos e parceiros há mais de trinta anos, os dois clubes em Portugal há mais tempo ligados à marca de Solihull decidiram este ano unir forças para realizar um evento único e memorável. Objetivo principal? Celebrar o 75º aniversário da Land Rover ao mais alto nível, num ambiente de convívio, aventura e descoberta de alguns dos locais mais emblemáticos da região beirã. O Fundão foi o local escolhido para acolher os participantes oriundos dos quatro cantos do continente, do Algarve ao Minho, do Litoral ao Alentejo, numa jornada, para alguns, de várias centenas de quilómetros.

Feito o check-in no Alambique Hotel e Spa, foi tempo de rumar à Adega do Fundão para uma visita exclusiva onde foram postos à prova alguns dos néctares que ali se produzem desde 1947, e que vêm reforçando a imagem de qualidade dos vinhos da região. Já no decorrer do jantar de boas-vindas, foi tempo de prestar homenagem ao Eng. Pinheiro de Melo, ex-diretor da Rover Portugal, cujo apoio pessoal permitiu a realização da primeira Land Rover Rota Histórica em 1990, durante a qual haveria de germinar a ideia da constituição do Clube Land Rover de Portugal.

Depois de alguns dias de chuva intensa, e quase que por milagre, o sábado acordou com um sol de inverno esplendoroso, deixando antever muito trabalho para os fotógrafos, fossem eles simples amadores ou profissionais de serviço. Os pontos altos da Serra da Gardunha ao longo do percurso criteriosamente preparado, constituíram-se como verdadeiros miradouros, de onde, graças a uma visibilidade perfeita, se avistava até onde a vista podia alcançar. Após a dose de adrenalina, era tempo de baixar à planura e gozar de uma merecida pausa com visita guiada a Idanha-a-Velha, não sem antes admirar a magnífica localização de Monsanto. De volta aos caminhos, o Roadbook e o GPS mandavam seguir em direção à fronteira, lá para as longínquas bandas das termas de Monfortinho.

Embora as mesas no restaurante estivessem impecavelmente preparadas, para alguns o apelo do calor do sol no rosto e a visão dos bandos de abutres a pairar no céu azul era mais forte, e havia quem não arredasse pé do terraço.  Os dias vão ficando cada vez mais curtos, e por isso havia que aproveitar o que restava da tarde, com os trajectos de Monfortinho a Penamacor a subirem novamente às cumeadas das serranias locais, de onde melhor se podia apreciar o sol de inverno que teimava em nos acompanhar.

Já de regresso ao Fundão, ainda havia tempo para mais homenagens e algumas surpresas. Nesta ocasião, os agraciados foram Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, e Horácio Dias, o único participante a estar presente na primeira Rota Histórica e Sócio nº1 do Clube Land Rover de Portugal.

Se no Sábado a altitude máxima atingida pela caravana tinha chegado aos oitocentos metros, o percurso de Domingo haveria de elevar a fasquia até ao dobro, na passagem pelo Centro de Limpeza da Neve dos Piornos, já no maciço da Serra da Estrela.

O sobe e desce pelas veredas da Serra ia fintando as nuvens que cobriam os montes quase até à chegada à cidade mais alta de Portugal, mas como dizia uma das participantes, o frio da Guarda é “para bravos”. O nevoeiro cerrado e a temperatura negativa que se faziam sentir durante a visita guiada à Sé Catedral apressavam as almas famintas para o almoço, que seria o culminar de um evento que na opinião dos participantes deixará boas e indeléveis memórias, e quem sabe um desejo de começar já a pensar em comemorar os próximos aniversários da marca.

Nas palavras de Frederico Gomes, presidente do Clube Land Rover de Portugal, “aos sócios fundadores do clube devemos o estarmos aqui hoje, e todos os entusiastas e proprietários de veículos Land Rover são os continuadores do legado iniciado há 75 anos”.

Para Luís Celínio, na qualidade de presidente do Clube Escape Livre, “este evento mostrou mais uma vez a amizade entre os dois clubes, e a sintonia que existe entre ambos na promoção do TT turístico, organizado de forma responsável”.

O evento contou com o apoio do Grupo M Coutinho, concessionário oficial da Land Rover, liderado por António Coutinho, piloto sobejamente conhecido dos rallies e aficionado incondicional da marca, que referiu “ser a primeira vez que participava num evento deste género, e levar uma excelente recordação de um evento de alto nível”.

Deixe uma resposta