Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

+ Motores

astara Team parte para o Dakar 2024 com o desafioda neutralidade carbónica

588visualizações

A astara Team prepara-se para a sua terceira participação numa das competições de automobilismo mais exigentes do mundo, cuja próxima edição terá lugar em janeiro na Arábia Saudita. Ao objetivo desportivo de vencer a categoria T1.2 Ultimate (tração a duas rodas), a equipa junta a meta de não deixar qualquer pegada ambiental.

A astara Team destaca-se pelo uso de combustível sintético em competições de automobilismo, tirando partido de uma ampla experiência adquirida e reforçando o compromisso de sustentabilidade que estabeleceu ao longo dos últimos três anos.

O projeto teve início em 2021 quando a astara, empresa líder em serviços de mobilidade, desafiou os membros da entretanto criada astara Team para uma tarefa única: competir ao mais alto nível, mas assumindo a sustentabilidade como elemento central.

“O facto de sermos os primeiros constituiu uma motivação adicional.Em cada edição, adaptamos as melhores soluções de sustentabilidade disponíveis às exigências de um rali como o Dakar. Apesar das dificuldades, a cada ano que passa tornamo-nos cada vez mais competitivos”, afirmou o diretor da astara Team, Óscar Fuertes.

No Rali Dakar 2021-2022, a equipa utilizou uma formulação de combustível sintético nos automóveis de competição com 70% de incorporação de fontes de energia renovável, o que reduziu as emissões de CO2 em idêntica medida. Na temporada seguinte, 2022-2023, os avanços registados permitiram elevar este valor para 90%.

Na próxima edição, e pela primeira vez, os astara 02 Concept – evolução do veículo de competição das edições anteriores –, utilizarão uma formulação completamente neutra em carbono. “O combustível sintético é fundamental para o nosso projeto porque permite-nos continuar a competir com um nível de desempenho muito elevado”, sublinha Óscar Fuertes.

Além disso, com o objetivo de reduzir ainda mais a pegada de carbono na edição de 2024, a equipa utilizará também combustíveis com origem em fontes renováveis em todos os seus veículos de apoio.

Laia Sanz, que terá como colega de equipa a uruguaia Patricia Pita, participa em quatro rodas pelo terceiro ano consecutivo, auxiliada por Maurizio Gerini no lugar de navegador. Laia Sanz é uma piloto que se destaca por conjugar determinação, talento e consciência ambiental.

“O carro com que vamos competir este ano representa uma evolução extraordinária. É 100% neutro em emissões, mais leve e oferece melhor desempenho, enquanto cuida do meio ambiente”, declara Sanz, uma piloto off -road lendária e a única espanhola a completar todas as edições do Dakar em que participou, num total de 13.

Face ao astara 01 Concept do ano anterior, o 02 Concept é mais potente, dispõe de uma melhor suspensão, de uma aerodinâmica mais apurada e é mais eficiente do ponto de vista energético “A astara Team é uma equipa com uma mentalidade diferente das outras. Embora ao comando de um automóvel de elevada potência, estamos ao mesmo tempo preocupados com o futuro que deixamos às gerações seguintes. É uma honra para mim fazer parte desta equipa”, refere Patricia Pita, que se junta à equipa este ano, acompanhada do copiloto chileno Paolo Boggioni.

A 46.ª edição do Rali Dakar realiza-se pela quinta vez na Arábia Saudita, entre 5 e 19 de janeiro de 2024. A prova irá percorrer o noroeste do país ao longo de um percurso de cinco mil quilómetros, incluindo extensas secções de dunas, de Al-Ula a Yanbu, nas margens do Mar Vermelho.

Deixe uma resposta