Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

+ Motores

Dacia Sandriders cumprem os primeiros testes para o Dakar

445visualizações

A equipa Dacia Sandriders concluiu os primeiros testes do programa de preparação para o Dakar. O derradeiro desafio do desporto motorizado, que a formação oficial da Dacia vai enfrentar, pela primeira vez, em janeiro.

Após uma verificação dos sistemas no Millbrook Proving Ground, no Reino Unido, os Dacia Sandriders passaram quatro dias no complexo de testes Sweet Lamb, no País de Gales, de 6 a 9 de maio. Depois, a equipa rumou a Château de Lastours, em França, para mais quatro dias de testes intensos (até 31 de maio), onde as três duplas de pilotos tiveram a oportunidade de testar o Sandrider, equipado com pneus BF Goodrich, num terreno rochoso e exigente.

Cristina Gutiérrez esteve ao volante do Sandrider durante dois dias no País de Gales, antes de Sébastien Loeb, nove vezes campeão do mundo de ralis, assumir as funções de teste e desenvolvimento.

O plurivencedor do Dakar, Nasser Al-Attiyah, experimentou pela primeira vez a potência do Sandrider, em Château de Lastours, durante dois dias e afirmou que “experimentei, pela primeira vez, o Dacia Sandrider. Achei-o fácil de conduzir, rápido e resistente. Fizemos 270 quilómetros no primeiro dia e o mesmo no segundo dia. Não houve problemas e gostámos muito de pilotar o carro. Estamos bem preparados para os próximos testes e agora estou expectante para rodar em Marrocos”. Loeb regressou ao cockpit durante um dia, afirmando que “Os testes correram muito bem. Fiz um dia no Reino Unido e dois dias em França. Trabalhámos na suspensão e no diferencial para encontrar um bom equilíbrio e fiquei muito satisfeito com a forma como tudo funcionou. O motor estava a responder muito bem desde o início e não tivemos qualquer problema. Atendendo a que se trata de um carro novo, está a correr tudo bem e estou ansioso para continuar os testes em Marrocos”. Gutiérrez foi chamada para a última tarde de testes e não escondeu a sua satisfação, confessando que “ter a oportunidade de ver o Dacia Sandrider em ação e fazer os meus primeiros quilómetros foi incrível! Estou a sentir-me muito confortável, a adaptar-me a um novo tipo de carro e a uma nova categoria para mim. Ainda temos muitos dias de testes importantes pela frente, mas, no geral, estamos muito contentes com o trabalho da equipa. Não podemos pedir mais. O sentimento geral é de estarmos orgulhosos com o desempenho do carro logo nestes primeiros testes”.

Um profundo trabalho de revisão está agora a ser realizado, antes do primeiro teste da nova máquina, em África, de 28 de junho a 5 de julho, em Marrocos. Será nas pistas e areias marroquinas que o Sandrider vai rodar em terrenos semelhantes aos do Dakar, a ronda de abertura do Campeonato do Mundo FIA de Rally-Raid de 2025, a disputar na Arábia Saudita, de 3 a 17 de janeiro.

Deixe uma resposta